Avalie Indicadores Operacionais (KPIs), não somente indicadores contábeis e financeiros.

A reestruturação de empresas em crise demanda alguns cuidados em sua execução, afinal, hesitar na tomada de decisão pode colocar a tudo a perder, ao mesmo tempo que não se pode tomar decisões precipitadas apenas para atender ao nível de urgência, o detalhamento da informação deve ser tratado com atenção. Isso me faz lembrar de uma analogia um tanto engraçada, mas que faz todo sentido: “Não é o rabo que balança o cachorro, é o cachorro que balança o rabo”. Mas, o que isso tem a ver com reestruturação de empresas?

Os indicadores Contábeis e Financeiros são reflexo da conjuntura operacional da empresa, desde a produção, logística, pessoas, até o comercial e marketing com seus vários KPIs (Churl, Ticket médio, Market share, etc.). Todos os departamentos da empresa se interligam por meio de KPIs (Key Performance Indicator).

Quando refletimos sobre a situação atual de uma empresa em crise, logo questionamos quais foram as causas fundamentais que geraram a crise, ou seja, a identificação do problema passa por analisar o fenômeno, o processo, e estabelecer um plano de ação claro a partir de um diagnóstico, que deve ser ligeiro e rasteiro, mas também conter o mínimo de detalhamento que possibilitará ao Turnarounder agir o mais assertivamente possível.

Apesar do foco inicial ser o de conter a crise, normalmente de caixa e sobreviver no curto prazo, aplicar granularidade a fim de se identificar as causas fundamentais do problema passa por uma investigação ampla, não só quantitativa, mas qualitativa. É que em uma empresa crise existe uma espiral de problemas que são intensificados por pessoas que já não são capazes de lidar com a gravidade do problema sozinhas, mas que entram em um estado de negação, subestimando o fim que a empresa pode ter caso não haja uma intervenção massiva.

Um exemplo de KPI operacional que tem desdobramento financeiro é a taxa de “Churl”, que está relacionada a saída de clientes e consequente perca de faturamento, que por sua vez influência negativamente o caixa, pressionando a margem de contribuição. È um KPI muito utilizado por empresas de tecnologia, softwares, etc. Normalmente se tem metas para o comercial ligadas ao Churl. Esse Indicador tem abrangência ampla e se relaciona com as dimensões de qualidade, entrega da proposta de valor ao cliente.

É comum encontrar anomalias de todos os tipos em empresas em distress, os indicadores financeiros vão sinalizar a perda de valor com o tempo, o endividamento nas alturas, deterioração das margens, etc. Aplicar a granularidade certa a partir dos indicadores financeiros para se chegar aos KPIs é uma ferramenta indispensável que traz clareza sobre as causas da crise e ajuda a apontar a organização para o caminho da superação da crise e recuperação de valor.

 

Autor:

Filipe Costa
Partner at Inovatti Consulting
Turnaround Management

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *